AlmoçoClio | A linguagem das ruínas