Goethe, o bardo de Weimar, e sua potência criadora