Será que eles também foram à Lua?

Em Será que eles também foram à Lua?, o casal de artistas Emilia e Tomohiro Ehara apresenta uma homenagem aos quarenta anos da chegada do homem à Lua. Com curadoria de Blanca Brites e Leandro Selister, a mostra propõe uma invasão de coelhinhos astronautas, apresentando peças em cerâmica de alta qualidade técnica e estética.

Sob medida

Habituada a pensar em grandes dimensões e instalações, a artista Eleonora Fabre se adapta ao espaço reduzido da Microgaleria Arte Acessível do StudioClio na mostra Sob medida.

Floras

Quem entra no charmoso ateliê de Roseli Jahn, no bairro Petrópolis, em Porto Alegre, é prontamente tomado pelo encantamento diante de tantos livros, objetos, imagens e flores, muitas flores, que a artista faz questão de manter frescas, emanando perfume. Quem entra nesse espaço também compreende um pouco mais da própria poética da artista, uma vez que ela parece prolongar em suas delicadas pinturas e desenhos a leveza que impera em seu ateliê.

Bando de Barro invade

Com curadoria de Blanca Brites e Leandro Selister, a Microgaleria Arte Acessível recebe a exposição Bando de Barro invade. A invasão tem caráter pacífico e objetiva divulgar e estimular o fazer cerâmico. Entenda-se invadir como ocupação de espaços, conquista de territórios, criação de lugares, ou ainda, difundir-se, espalhar-se.

Machado (só se for) de Assis

O grupo AFLECHA toma o StudioClio com a intervenção Machado (só se for) de Assis, que pode ser visitada até 8 de novembro. Na Microgaleria Arte Acessível, os gravadores Cylene Dallegrave, Eda Lani Fabris, Lília ManfroiMabel Fontana, Márcia Tiburi, Maria TomaselliMarcos Sanches expõem o minilivro Idéias de canário e as metalogravuras que o il

Desmontages

Até 12 de setembro, a Microgaleria Arte Acessível recebe desenhos criados pelo artista gráfico Fabio Zimbres a partir da desmontagem de objetos. Um dos curadores da mostra TRANSFER, em cartaz até setembro no Santander Cultural, Zimbres inventa em Desmontagens peças de máquinas imaginárias, objetos aparentemente soltos, que, feitos apenas com uma caneta esferográfica, possibilitam que o público crie suas próprias interrogações.

Miserere

Com curadoria de Blanca Brites e Leandro Selister, a Microgaleria Arte Acessível apresenta Miserere, de 28 de junho a 25 de julho. Na repetição e com sutis variações, Eduardo Kickhöfel constrói séries temáticas onde cada detalhe laborioso exige um olhar pausado e sem precipitação.

Pequenas confusões

Com curadoria de Blanca Brites e Leandro Selister, a Microgaleria Arte Acessível expõe Pequenas confusões de 17 de maio a 14 de junho.

Realidades Inesperadas

Com curadoria de Blanca Brites, a Microgaleria Arte Acessível recebe o trabalho de Regina Veiga de 15 março a 9 de maio. A artista monta cenas cotidianas em fotografias em preto e branco, nas quais trabalha com a escala dos objetos, construindo espaços/cenários supostamente conhecidos. O jogo se instaura. E inesperadamente somos lançados em outro universo. Nos indagamos, para qual "realidade" eles nos transportam?

Pinturas cotidianas

Em novembro, o StudioClio recebe mais uma exposição da Bienal B. Na série Pinturas Cotidianas, a artista Bianca Araújo parte da apropriação de páginas de jornais selecionadas pelas imagens fotográficas e pela forma gráfica de distribuição do texto. Este espaço passa a ser recriado por intervenções pictóricas, objetivando instaurar uma nova forma de reconhecimento desse espaço mediático.