Luciano Leães : Docentes | StudioClio - Instituto de Arte & Humanismo

Luciano Leães

Músico - pianista
É a espontaneidade, o dinamismo e o talento que fazem de Luciano Leães um dos principais pianistas de blues do país. Autodidata, natural da cidade de Porto Alegre, Leães é influenciado por pianistas de New Orleans - Dr. John, James Booker e Professor Longhair -, Billy Preston, Ray Charles, Leon Russel e Otis Spann. Com base enraizada no blues, incorpora em sua música elementos do soul, do funk e do rock and roll. Em março de 2013, 20 mil pessoas puderam conferir seu talento,  no Estádio Zequinha em Porto Alegre, quando teve o privilégio de fazer a abertura do show de Elton John convidado pela produção do pianista inglês, que comemorava seus 40 anos de carreira em turnê mundial. Também no primeiro semestre deste mesmo ano, Leães teve novamente seu trabalho reconhecido ao receber seu primeiro Prêmio Açorianos, mais importante prêmio artístico da cidade de Porto Alegre, na categoria melhor instrumentista pop pela participação no disco “A Ordem Natural das Coisas”, de Luciano Albo.
 
Carey Bell, Magic Slim, Hubert Summlin, Larry McCray, John Primer, Little Jimmy King, Chris Duarte, Holland K Smith, Ron Levy, Celso Blues Boy, Big Gilson, Solon Fishbone, Luis Carlini, André Cristovam, Miguel Botafogo são alguns dos grandes nomes com quem Luciano Leães já dividiu o palco. Desde 1998, faz parte da Fernando Noronha & Black Soul, acumulando sete discos lançados e 11 turnês realizadas na Europa e no Canadá. Tem em Ron Levy, que já tocou com BB King e Albert King, seu mestre do “hammond organ”. Em uma visita ao guru e amigo nos EUA, aprimorou seu conhecimento no instrumento, e foi convidado a acompanhar o músico Willie J. Laws em apresentações, incluindo o Laconia Moto Week - o mais antigo encontro de motoqueiros do mundo.
 
Desde 2009, Leães tem seu trabalho solo, acompanhado pelos Big Chiefs, Gabriel Guedes (Pata de Elefante) na guitarra, Edu Meireles (Fernando Noronha & Black Soul) e Alexandre “Papel” Loureiro (ex-Fernando Noronha & Black Soul / Locomotores) na bateria. Luciano Leães & The Big Chiefs está em fase de gravação do seu primeiro álbum. Dele, já nasceu o single Tit for Tat, disponível para download no SoundCloud (https://soundcloud.com/lucianoleaes/tit-for-tat) e com clipe produzido pela Cumbuca Filmes (http://youtu.be/Oftx8eKh0YY). 

Idealizador do projeto Blues in Clio Arte, realizado no StudioClio em Porto Alegre, já somou  12 edições do evento, todas com lotação máxima provocando sessões extras. 
 
O 20ª edição Festival de Blues de Ribeirão Preto - considerado um dos principais festivais de blues do país, que já contou com nomes como Etta James, Magic Slim, Albert Collins e Junior Wells -, em 2009, teve a participação de Luciano Leães & Big Chiefs. A partir deste evento, Leães foi convidado a participar do documentário “Blues Everyday” que conta a história do blues no Brasil. O músico também está entre os quatro melhores tecladistas de blues do país eleitos pela revista Teclado e Áudio.
 
Como produtor, Luciano Leães tem como destaques o disco Meet Yourself de Fernando Noronha & Black Soul e Mixing the Culture do americano Danuel Gales. Além disso, tem seus trabalhos realizados no Estúdio do Arco, onde faz gravações de instrumentos vintage, como o órgão Hammond, Wurlitzer, Clavinete e piano acústico.  
 
Somente no ano de 2013, foram mais de 100 shows, somados pelo seu trabalho solo e com as outras bandas das quais é integrante. A abertura do Fronteiras do Pensamento 2013, o Lançamento da Bienal 2013 e a apresentação na UFCSPA são alguns dos shows em que fez do piano seu único companheiro de palco.
 
Fora do cenário do blues, Leães integra as bandas Locomotores, Gustavo Telles & Os Escolhidos e Acústicos & Valvulados. Com os A&V, gravou dois discos e um DVD e fez turnês pelos estados do Sul do Brasil. Tem em seu histórico os três discos da Pata de Elefante (vencedora do VMB 2009 – MTV – com Melhor Banda Instrumental).  Luciano também tocou com os gaúchos Júpiter Maçã, Garotos da Rua, Renato Borghetti, Cidadão Quem e Os The Darma Lóvers.
<< Mais docentes
Nome