Iván Izquierdo : Docentes | StudioClio - Instituto de Arte & Humanismo

Iván Izquierdo

Médico e professor

Conhecido internacionalmente pelas importantes pesquisas e descobertas em relação aos mecanismos e à modulação da memória em suas diversas fases, Iván Izquierdo é professor titular da faculdade de Medicina da PUC-RS, onde também coordena o Centro de Memória.

Izquierdo nasceu em Buenos Aires em 1937 e naturalizou-se brasileiro em 1981. É doutor em Medicina pela Universidade de Buenos Aires, onde foi professor, assim como da Universidade Nacional de Córdoba, sendo professor honorário de ambas. No Brasil, foi professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal do Paraná.

Atua como consultor de 22 agências de financiamento científico de sete países (Arábia Saudita, Argentina, Brasil, EUA, Inglaterra, Israel e Japão), e de mais de 30 revistas científicas de todo o mundo. Orientou 39 dissertações de mestrado e 50 teses de doutorado. Foi orientador de mais de 60 professores adjuntos ou titulares de universidades brasileiras, nove de universidades argentinas e dois dos Estados Unidos.

Até janeiro de 2009, o pesquisador publicou cerca de 650 trabalhos científicos e capítulos de livro em revistas ou livros com corpo editorial formal. Até julho de 2009 foi citado mais de 12.900 vezes, de acordo com o Institute of Scientific Information (ISI). Dedica-se também à literatura: escreveu muitos artigos em jornais ou revistas, dois livros de contos, três livros de divulgação científica e cinco livros de ensaios, em português, além de dois livros de divulgação científica em espanhol.

Iván Izquierdo é membro titular da Academia Brasileira de Ciências, da National Academy of Sciences dos EUA, da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS) e da Academia de Ciências da América Latina, entre outras. O pesquisador recebeu 50 prêmios nacionais e internacionais, incluindo o Prêmio Conrado Wessel, no Brasil, em 2008, e o Prêmio TWAS em 1995. Recebeu também várias condecorações em nível nacional, entre elas a Ordem do Rio Branco e a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Científico do Brasil.

<< Mais docentes
Nome