Os antropólogos foram os primeiros a chamar a atenção para o nosso jeito brasileiro de apreciar a mesa, grande, farta, alegre e harmoniosa. Que melhor lugar, então, para partilhar, aprender e dividir a memória cultural? Os banquetes são uma experiência que concilia saberes, imagens e sabores. As edições contêm três etapas: conferência audiovisual, apresentação artística e banquete, produzido a partir de receitas históricas adaptadas, acompanhadas de bebidas harmonizadas. O auditório é decorado cenograficamente e aromatizado para cada banquete, reforçando a experiência sensorial do conteúdo em pauta. Eis um evento envolvente que reúne público exigente e apreciador da cultura, da boa mesa e do ambiente de confraternização.