share

O ícone na arte russa

José Augusto Avancini,Leonardo Magni,Liliana Andriola

A pintura russa inicia sua trajetória na cristianização do Caganato de Rus, ocorrida em torno de 860, quando o intercâmbio cultural com o Império Bizantino levou para lá a tradição da pintura de ícones, iniciando uma tradição única que vai até a ocidentalização da Rússia por Pedro, o Grande. Entre sua rica produção visual, destaca-se, no século XV, Andrei Rublev, hoje um dos heróis dessa cultura. Neste Almoço Clio, o prof. Dr. José Augusto Avancini, comenta a influência bizantina no vasto acervo artístico desenvolvido na Rússia e o ícone como elemento fundamental dessa linguagem artística.

Cardápio

Entrada
Salada de batatinha, repolho e ovas de peixe

Principal
Lascas de copa lombo e cevadinha com funghi

Sobremesa
Torta de leite de pássaro

Informações deste Evento


Docente(s): José Augusto Avancini, Leonardo Magni, Liliana Andriola Quando: Dia 02 de outubro, quarta-feira, das 12h20 às 13h40 Vagas disponíveis: 60 Duração: 1h20 Valor(es):
R$ 70,00 (almoço e palestra)
R$ 30,00 (palestra)

Parceiros

Mandarinier Gastronomia
Vinhos do mundo
O ícone na arte russa
Áreas de Interesse : História da arte,

Deixe seu comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação

CAPTCHA
Esta questão serve para verficar se você é um usuário ou um spam automático.
Image CAPTCHA
Coloque os códigos presente na imagem